Flávio Furtado deixa Federação de Boxe satisfeito com ganhos conseguidos

13 de agosto de 2021

Flávio Furtado, Presidente da Federação Cabo-verdiana de Boxe
A+ A-

Chega ao fim o reinado de Flávio Furtado à frente da Federação Cabo-verdiana de Boxe. Depois de cumprir dois mandatos fala em fim de um ciclo. 

Flávio Furtado está há já algum tempo em Portugal e a federação vem sendo dirigida pelo vice-presidente. Têm-se falado em algumas divergências entre os dois, mas Flávio tem outra leitura. “Não considero divergências, mas temos pontos de vistas e interesses desportivos e outros diferentes…tem pessoas interessado na nossa desunião para continuar a reinar. Infelizmente em Cabo Verde é assim, uns trabalham e outros disfrutam”.

A Assembleia-geral para eleger os novos corpos sociais da Federação cabo-verdiana de Boxe está marcada para este sábado. Mesmo não se recandidatando, Flávio Furtado diz-se disponível para continuar a dar o seu contributo à modalidade. Olhando, em jeito de balanço, para o seu reinado, Furtado admite ter cometido erros. Mas, vê trabalho feito. “Considero apesar de dificuldades e erros, acreditamos que cometemos erros e ultrapassar dificuldades. Acredito que tivemos uma prestação positiva, porque no funde demos tudo à bem do desporto e boxe em particular. Conseguimos alguns resultados que espelha o nosso trabalho. Conseguimos qualificar um atleta por mérito próprio para Rio 2016, conseguimos a ponto de receber um wild card para Tóquio 2020. Isto mostra que o boxe não teve parado e conseguimos alguns resultados”.

Flávio Furtado deixa a presidência da Federação cabo-vertdiana de Boxe. Amanhã, vai ser escolhida o novo corpo directivo dessa Federação.



Artigos Relacionados