Presidenciais 2021: Carlos Veiga promete ser um guardião da constituição e ser dialogante

06 de setembro de 2021

Carlos Veiga
A+ A-

Carlos Veiga defende que o campo político cabo-verdiano precisa de união e de estabilidade para contornar a crise provocada pela pandemia da Covid-19. Candidato às Presidenciais de 17 de outubro, Carlos Veiga promete ser um guardião da constituição e ser dialogante.

A apresentação da candidatura apoiada pelo MPD ontem no salão de banquetes da Assembleia Nacional.

Carlos Veiga adverte que depois da eleição legislativa é hora de os cabo-verdianos elegerem um Presidente da República que complemente os demais órgãos da soberania. O candidato defende um Chefe de Estado que trabalhe com independência e sintonia de modo a garantir a estabilidade necessária ao desenvolvimento do país.

Veiga garante que a sua candidatura apesar de contar com apoios do MPD e da UCID é suprapartidária e de abrangência nacional.

O pretendente ao Palácio do Plateau promete ser um guardião da Constituição da República, que ajudou a redigir.

Caso seja eleito, Carlos Veiga promete uma atenção especial às comunidades emigradas e ao sector da justiça.

Ainda no ato oficial de lançamento da campanha, Carlos Veiga pediu engajamento de todos em torno da candidatura “União Por Cabo Verde”, para garantir a estabilidade e o desenvolvimento do país.



Programação

Ainda esta Semana

Últimos Vídeos

Últimos Áudios

Artigos Relacionados