Gilson Alves afiança que com ele na Presidência da República as injustiças vão acabar

08 de outubro de 2021

Gilson Alves, candidato Presidenciais 2021
A+ A-

Gilson Alves tinha a intenção de a sua candidatura passar um dia em cada uma das ilhas, mas afirma  que vê a impossibilidade de seu propósito por causa do péssimo serviço do sector dos transportes.

Na quarta-feira, o navio interilhas saiu do cais do Mindelo, rumo ao Tarrafal de São Nicolau, com cerca de 3 horas de atraso. O candidato Gilson Alves, era um dos passageiros e manifestou a sua indignação, tendo assinado o livro de reclamação disponível num dos balcões da CV Interilhas.

Gilson Alves que diz tinha a intenção de a sua candidatura passar um dia em cada uma das ilhas, mas que vê a impossibilidade de seu propósito por causa do péssimo serviço do sector dos transportes.

Afirma que os passageiros merecem melhor tratamento e respeito e diz que sente a dor da população de São Nicolau perante as irregularidades nas ligações marítimas e aéreas de e para aquela ilha.

Ontem, já no centro de Espargos, Gilson Alves ouviu alguns desabafos dos salenses sobre os problemas que afectam a ilha, como sejam habitação e desemprego jovem.

O primeiro desabafo veio de um cidadão que se diz triste com a forma como os cidadãos continuam a ser discriminados na sua própria terra e revoltado com a forma como os dois maiores partidos têm governado o país.

Boa Vista recebeu o candidato durante algumas horas. No bairro da Boa Esperança, Alves encontrou-se com outro cidadão, que apelou aos cabo-verdianos votarem em consciência nestas presidenciais.

O candidato já deve estar na capital do país, após pernoitar em Sal Rei, onde teceu criticas às opções tomadas para o sector do turismo que, segundo diz, não têm beneficiado a população, pelo contrário, tem aumentando as desigualdades com grandes níveis de pobreza na Boa Vista e no Sal.

Orlando Lima | Adaptação Web e disponibilização: VNBorges, estagiária em jornalismo



Artigos Relacionados