Situação pós-pandemia acentua desafios de sustentabilidade no Ensino Superior privado

19 de outubro de 2021

A+ A-

Nos 15 anos do ISCJS, comemorados nesta quarta-feira, 20, a instituição privada do ensino superior realiza um congresso internacional para abordar o mundo pós-pandemia da Covid-19.
 
Um facto reconhecido por todos é que a situação pós-pandemica veio acentuar os desafios da já dificil sustentabilidade no Ensino Superior privado no país.
 
Na abertura do evento, que tem como lema "O Mundo Pós-Pandemia", o Primeiro-ministro reconheceu que a crise do novo coronavírus, embora esteja a abrandar, está ainda longe de dar tréguas. Sobre a acção do giverno, Ulisses Correia e Silva falou de medidas assertivas do governo, apesar das secas persistentes, da pandemia e da crise energética [vídeo infra].
 
Ulisses Correia e Silva realça os programas emergenciais contra as más campanhas agricolas, a já considerada razoável taxa de vacinação contra a Covid, factor   impulsionador da retoma da actividade económica em segurança; para além de medidas económicas e sociais para neutralizar efeitos da pandemia.
 
A recente crise energética e o consequente aumento generalizado de preços também foram abordados pelo chefe do governo, que realça o caráter global da alta de preços que, admite, veio tornar mais difícil o combate ao vírus. Realça a necessidade de se reforçar a aposta nas energias renováveis, que ja representam cerca de 25 por cento em Cabo Verde.
 
Quanto ao Turismo, Ulisses Correia e Silva, Cabo Verde diz estar, há algum tempo, a   preparar-se para a fase pós-pandémica, criando as condições para a retoma do turismo  nas ilhas da Boa Vista e Sal.
 
O congresso internacional realizado pelo ISCJS decorre, hoje e amanhã na Praia, com  apresentação de vários painéis com convidados nacionais e estrangeiros.
 
 
Adaptação Web e disponibilização: Multimédia RTC