INPS debate Proteção Social no pós-Covid-19

28 de outubro de 2021

A+ A-

O Instituto Nacional da Previdência Social já pagou cerca de 2,5 milhões de contos, no quadro das medidas extraordinárias adotadas pelo Governo, para fazer face a pandemia da COVID-19.

O debate sobre mais um período de suspensão temporária do contrato de trabalho preocupa a presidente do INPS que realiza hoje, uma conferência com o tema: “Que Proteção Social no pós-Covid-19”, enquadrado nos 30 anos da instituição, que se assinala a 1 de novembro.

Orlanda Ferreira explica que o debate tem por objetivo refletir sobre o sistema de segurança social, a sua evolução e a necessidade de se repensar o sistema de previdencial social no pós-pandemia.

A presidente do INPS Orlanda Ferreira fala da importância ODS 30 anos do percurso do INPS e  destaca  os ganhos  que  vão conduzir ao objetivo traçado pelos sucessivos governos que é alcançar a cobertura universal da segurança social em Cabo Verde.

Os esforços empreendidos na nossa trajetória têm contribuído, sobremaneira, por Cabo Verde, não obstante os constrangimentos e surpresas tudo cooperou até à cobertura universal da segurança social em Cabo Verde até 24 de Dezembro.

Orlanda Ferreira lembra que o eventual risco de desequilíbrio de protecção social  e que assombra todos os sistemas de protecção social no mundo com a crise da Covid-19, também atingiu Cabo Verde mas serviu  para  ditar  uma nova dinâmica de renovação ao sector, obrigando o INPS a  ampliar  a sua prestação social para mitigar os efeitos da crise mas com resultados positivos.

Os resultados das discussões vão servir de base, para o enriquecimento das possíveis mudanças, a serem introduzidas no sistema de segurança social obrigatória.

 

RTC Online, com RCV

Disponibilizado Online por Marcos Fonseca