Eletricidade: Mais renováveis na rede nacional

04 de novembro de 2021

A+ A-

As tarifas de energia elétrica praticadas em Cabo Verde devem ficar estabilizadas e mais baixas já em 2023, uma perspetiva que se abre graças à injeção de mais energias renováveis na rede nacional possível.

O raciocínio é do diretor do Serviço de Energia da Direção Nacional de Indústria, Comércio e Energia. Ariel Assunção confirma em entrevista a RCV que está a ser retomado o concurso de seleção de empresas para a construção de duas centrais solares no Sal e em São Vicente,um processo suspenso em abril do ano passado devido à pandemia da Covid-19.

Cabo Verde tem como meta injetar, até 2030, 50% de energias renováveis na rede nacional de energia elétrica e a consequente redução e estabilização da tarifa. Quem o afirma é o Diretor de Serviço de Energia, Ariel Assunção, que garante que os cabo-verdianos deverão sentir os efeitos já em 2023.

Ariel Assunção referia-se às centrais renováveis já construídas e as projetadas. Entre elas, as duas centrais solares nas ilhas do Sal e de S. Vicente cujo concurso foi suspenso em Abril de 2020, por causa da pandemia, mas que já está outra vez em andamento.

As 11 empresas pré-qualificadas, duas nacionais e 9 estrangeiras, estão, neste momento, a fazer o reconhecimento do terreno onde serão edificadas as centrais solares. Ontem, estiveram na ilha do Sal e, hoje, estão em São Vicente. Visitas que estão sendo guiadas pelo diretor, Ariel Assunção, que afirma tratar-se de um procedimento normal.

Segue-se a entrega das propostas, a avaliação, a seleção do vencedor, o licenciamento junto das Câmaras Municipais, estudo dos impactos ambientais e, por fim, a licença de estabelecimentos. E, cumpridos todos os trâmites, arrancam as obras.

As duas centrais solares, que serão construídas nas ilhas do Sal e S. Vicente, terão uma capacidade de produção de eletricidade de 5 megawatts cada, em regime de produtores privados e independentes.

 

Texto RCV - Disponibilizado online Multimédia RTC.



Artigos Relacionados