"Tenho certeza que daqui a pouco tempo Cabo Verde vai estar no Mundial" - Bubista

17 de novembro de 2021

Pedro Brito "Bubista", selecionador nacional de futebol (Foto: FCF)
A+ A-

É um sonho que fica, mais uma vez, adiado. O sonho dos cabo-verdianos em chegar ao Mundial de Futebol, a competição planetária desejada por todas as seleções.

A seleção nacional precisava derrubar uma enorme barreira chamada Nigéria, mas todos os esforços não foram suficientes. Os Tubarões Azuis praticamente entraram a perder, mas a reação cabo-verdiana foi imediata. Stopira empatou a contenda instantes depois do golo dos nigerianos.

O jogo foi de intensa disputa, mas o resultado jamais se alterou. Para Cabo Verde, o empate teve sabor à derrota, porque não servia para as aspirações da equipa nacional.

Objetivo falhado, mas orgulho pela atitude dos jogadores, assim começou por reagir o selecionador Bubista, em declarações à RCV, logo após ao término do jogo.

“Primeiro, dar os parabéns aos jogadores por tudo aquilo que fizeram nesta campanha. Não é fácil vir jogar aqui na Nigéria e encarar o jogo da forma como o fizemos. Talvez tenhamos perdido esta qualificação lá em Cabo Verde. Se analisarmos os dois jogos que fizemos com eles, não foram em nada superiores a nós. Penso que os cabo-verdianos devem estar orgulhosos desta equipa.”

Olhando para o duelo desta terça-feira, Bubista viu um jogo “bastante dividido, muito exigente”, sobretudo do ponto de vista físico, desafio ao qual os Tubarões Azuis souberam responder “com garra”, realça o selecionador

“O jogo foi bastante dividido. Obviamente que a Nigéria levou a disputa para a parte física, explorando muitas bolas longas e obrigando os nossos centrais a ter de fazer um esforço enorme em termos de jogo direto. Mas, acho que nossos defesas estiveram bem, não é fácil defrontar jogadores com andamento da Premier League [Inglaterra] ou da liga italiana. São rápidos e fortes. Mas, acho que Cabo Verde em nenhum momento foi inferior, os nossos jogadores tiveram garra de início ao fim, foi pena não termos conseguido marcar.”

Por fim, um consolo: Bubista está convencido de que daqui a pouco tempo Cabo Verde vai conseguir estar num Mundial. Por isso, a mensagem é de encorajamento para os jogadores.

“Por aquilo que já fizeram até aqui, os jogadores têm de estar satisfeitos. Mas, também o povo cabo-verdiano deverá ter orgulho e acreditar cada vez mais na sua seleção que já teve uma evolução bastante grande.  Não conseguimos agora, mas tenho certeza que daqui a pouco tempo Cabo Verde vai estar no Mundial. Se não for com este grupo de jogadores, rapidamente será com outros jogadores. O caminho já está delineado.”

Não é desta, vai ser daqui a pouco tempo que Cabo Verde vai poder estar no Campeonato do Mundo, vaticina o selecionador nacional.

 

Benvindo Neves / Moisés Évora



Artigos Relacionados