"Estávamos à espera de mais, tivemos condições para vencer Mali e Uganda" - Mané Trovoada

29 de novembro de 2021

Emanuel Trovoada, selecionador nacional basquetebol (Foto: FIBA)
A+ A-

Uma vitória, duas derrotas, 211 pontos marcados, 212 sofridos, quarto lugar do grupo A, ainda que com os mesmos pontos do 3º, Uganda. São os números da participação da seleção cabo-verdiana de basquetebol sénior masculina na primeira mão do seu grupo de qualificação para o Mundial 2023.

Este domingo, na terceira e última jornada, Cabo Verde perdeu com o Mali por uma diferença de seis pontos, 58-64.

O selecionador nacional, Emanuel Trovoada, confessa que estava à espera de mais. Mas, também, identificou alguns aspetos que condicionaram a prestação do combinado cabo-verdiano.

“Acerca da nossa participação nós estávamos à espera de mais. Tivemos, quer contra o Uganda quer conta o Mali, condições de poder vencer. Mas não podemos baixar agora a guarda porque demos um passo muito bom, conseguimos uma vitória perante a Nigéria”, declarou o técnico, acrescentando que aproveitou para testar novos talentos. “Aproveitamos esta janela para lançar jovens jogadores no sentido de na próxima janela estarmos mais fortes”

Mané Trovoada admite que faltou à equipa cabo-verdiana algum esclarecimento em momentos decisivos. Ainda assim, gostou da qualidade do basquetebol que se viu durante esta fase.

“Foi uma jornada boa, com boa qualidade de basquetebol e muita emoção. Faltou-nos um pouco de esclarecimento nas últimas decisões, também derivado ao cansaço. Nós chegámos a Luanda, fizemos logo três dias de jogos, tivemos só um dia de repouso. Mas isso também nos dá alguma maturidade e alguma experiência para podermos corrigir na segunda fase.”

O selecionador nacional sabe que os cabo-verdianos não se contentam com pouco. Por isso, a seleção vai preparar-se para estar mais forte nos jogos da segunda mão, em junho do próximo ano. “Queremos muito mais, somos um povo humilde e não contentamos só com pouco. Claramente, vamos organizar, planificar bem as coisas para que em junho possamos estar na máxima força, é essa a ideia”, prometeu.

Classificação do Grupo A após a primeira volta:

1º Nigéria - 5 pts (+20)

2º Mali - 5 pts (+14)

3º Uganda - 4 pts (- 33)

4º Cabo Verde - 4 pts (-1)

Os jogos da segunda mão desta primeira fase de grupos acontecem em junho do próximo ano em local a definir.

Benvindo Neves

O base Hugo Silva (primeiro plano) foi um dos jovens lançados por Emanuel Trovoada nesta janela de qualificação. (Foto: FIBA)



Artigos Relacionados