Cabo Verde espera produzir 50% de eletricidade, com energias renováveis, até 2025

06 de dezembro de 2021

A+ A-

Cabo Verde está convicto que produzirá até 2025, mais de 50% da eletricidade que usa, através de energias renováveis, tendo em conta os resultados do Programa de Apoio ao Sector das Energias Renováveis (PASER), uma parceria com o Luxemburgo.

O sublinhado é do Ministro da Indústria, Comércio e Energia, Alexandre Monteiro, que presidiu a reunião do Comité de Pilotagem e encerramento do PASER, implementado nos últimos quatro anos, estimado em cerca de cinco milhões e meio de euros.

O Encarregado de Negócios do Luxemburgo reiterou a disponibilidade do Grão Ducado em continuar a apoiar o setor em Cabo Verde, no quadro do próximo Programa Indicativo de Cooperação 2021-2025.

O PASER visava reforçar a governação, regulamentacão e condições que regem o eixo comercial do sector e integrava-se no quarto Programa Indicativo de Cooperação, 2016-2020, celebrado entre os dois países.

O Grão-Ducado reiterou o engajamento para com o setor no Arquipélago, frisou Thomas Barbancey que destacou a redução dos elevados custos que o Arquipélago tem na producão e transporte de água através da eletricidade, com combustíveis fósseis.

Do lado de Cabo Verde, o Ministro da Indústria, Comércio e Energia, Alexandre Monteiro enalteceu a mobilização de fundos e o apoio institucional para o reforço da governação do sector.

Conforme Monteiro, Luxemburgo consolida sua posição como parceiro do desenvolvimento sustentável, ao apoiar dois projetos essenciais para que o Arquipélago atinja a meta de produzir mais de 50% da eletricidade que necessita, com fontes renováveis até 2030.

O governante avançou também que o Executivo preconiza chegar a 2040 com 100% de produção de eletricidade com recurso a fontes renováveis.

O Encarregado de Negócios do Luxemburgo apontou ainda  o facto de os microprodutores ainda não receberem pela sua producão excedentária, como um desafio mas mostrou-se convicto de que Cabo Verde está mais preparado do que nunca para alcançar a meta de mais de 50% de eletricidade produzida com energias renováveis até 2030.

 

RTC Online, com RCV



Artigos Relacionados