Historiador defende comprometimento dos jovens para Cabo Verde do futuro

20 de janeiro de 2022

A+ A-

O investigador António Correia e Silva defende que não será possível a concretização do projeto Cabo Verde, sem uma juventude comprometida com este desiderato e com o destino coletivo da nação. Correia e Silva adianta entender a luta por protagonismos políticos em relação às datas nacionais e diz que todos deveriam refletir uma das máximas de Amílcar Cabral "pensar outra terra na nossa própria terra".

Artigos Relacionados